João Paulo

O médico João Paulo do Valle Mendes, fundador do Cesupa, centro universitário privado, que morreu hoje, em Belém, era personagem característico de um tempo que vai ficando para trás: uma pessoa afável, compreensiva, tolerante, gentil e cortês. Mesmo em debates, não levantava a voz e tratava a todos com respeito. O acervo de conhecimentos e experiências no setor, que o tornaram uma das maiores autoridades locais, com relevância nacional,  o credenciaram a disputar a reitoria da Universidade Federal do Pará.

Mas em 1985 a UFPA passou por uma transformação, quebrando a linha de continuidade com a escolha do primeiro dos dois geólogos que ocupariam a reitoria a partir de 1985, começando com José Seixas Lourenço e prosseguindo com o atual deputado federal Nilson Pinto de Oliveira. Em 2012, suprindo uma evidente lacuna, a universidade concedeu a João Paulo o título de professor emérito, a sua maior honraria. Nessa época, ele já transformado o Cesupa, que criou em 1986, numa das mais importantes instituições privadas do ensino superior na Amazônia.


Print   Email