Belém: um lixo

Só hoje começou o desmanche das arquibancadas instaladas para o Círio, quatro dias depois da passagem dos romeiros e 34 dias depois que começou a montagem das estruturas metálicas. Durante esse período, a principal calçada da praça da República, uma das mais bonitas do Brasil, na área central de Belém, ficaram praticamente vetadas ao passeio público.. Debaixo das arquibancadas se acumula um volume grande e nojento de lixo, que permanece intocado. Parece invisível à prefeitura e indiferente aos cidadãos, como se fosse coisa absolutamente natural a convivência com o corpo estranho e invasor no tecido urbano. Como se a urbanidade tivesse sido proscrita da capital paraense.

Está mais fácil descobrir onde está o Wally do que o Zenaldo.


Print   Email