Nossa eleição

Numa eleição sem paralelo na história do Brasil, dois candidatos – Ciro Gomes e Geraldo Alckmin – que dificilmente estarão no 2º turno – se passassem venceriam Jair Bolsonaro, o líder nas pesquisas de intenção de voto para o 1º turno. O ex-governador de São Paulo também derrotaria o candidato de Lula, Fernando Haddad, por uma diferença (de 4 pontos percentuais) acima da margem de erro. Margem maior (de 8%) seria a da vitória de Ciro sobre Bolsonaro.

Disse o poeta W. H. Auden: em época de crise, funda-se um bar. No caso, o bar Brasil.


Print   Email