Jornalismo policial

Diário do Pará de hoje publica notícia de seis assassinatos, três deles em Belém e três em Marabá. Saíram fotos de três cadáveres, dois menos visíveis. Mas o de Cleison Guimarães Amador, suspeito de ser traficante de drogas, aparece por inteiro. Dá para ver as marcas de balas disparadas por policiais militares, que flagraram Gleison e atiraram para não ser mortos, segundo sua reconstituição dos fatos. A descrição do jornal é mais “sofisticada”: “Por entender que havia risco iminente de serem alvejados pelo suspeito, os policiais o neutralizaram“. Neutralizar, então, seria sinônimo de matar?

O Liberal divulgou três assassinatos. Em compensação, saiu com a foto mais chocante: de dois jovens, de 18 e 24 anos, com os braços amarrados e degolados

Nenhuma notícia sobre pessoas mortas por motorista dirigindo alcoolizado e em alta velocidade.


Print   Email